De um lado para o outro. rebolo na cama, cama grande e quadrada. rebolo e dela nao caío. Perco o sentido do lado em que me encontro, perco o sentido das horas que me norteiam os dias. não as noites. Levanto-me. vou á janela. Lá fora chove, e com a chuva vem uma brisa fria, fria a noite sem luar. Chuva, tão certinha no seu compasso, tão metódica balada que acompanho. ahh que maravilhas fazes á alma. sabe bem olhar-te, sabe maravilhosamente bem! escutar-te.. ver-te a bater com força nas pedras da calçada. Fazes-me companhia, nesta noite desprovida de qualquer luz estrelar, nesta noite vazia. deixo-me levar. sou catapultado para outras dimensões, tele transporte da vontade e zás! - trespasso-te de lés a lés, gotas que caem, agora não na pedra da calçada, caem em mim. A alma está limpa. Nesta noite sem luz, sem pensamentos. apenas eu e a chuva, na minha janela.

35 comentários:

pinguim disse...

Há noites assim, em que nos encontramos sós com a própria noite!
É por isso que estou aqui a esta hora a ler-te e a comentar-te.
Abraço solidário.

Hugo de Oliveira disse...

Como te compreendo, há noites assim, adoro noites onde a chuva forte fazem-me perder em mim próprio (e ao som de uma música como tens aqui ainda melhor). Tenho momentos destes tantas vezes, momentos onde me isolo numa simples varanda, sobretudo em Braga onde por vezes as coisas nao fazem sentido e aí, perco-me pela noite dentro! Mas faz-nos muitoooo bem ter momentos assim!

Bom texto ;)

um abraço :)

calcifer disse...

Gosto de rebolar na cama. Gosto de ouvir a chuva.
Perder em nós mesmos não é mau, desde que nos saibamos encontrar, e aí, tudo fica melhor. :)

Então e o filme? xD Abraço Abraço!

S . disse...

"Perco o sentido do lado em que me encontro, perco o sentido das horas que me norteiam os dias."

só precisamos desse alguém que dê o verdadeiro sentido (:

beijinho
* este teu cantinho é mesmo acolhedor!

x Inês ( ? ) disse...

Adorei o texto , tem uma excelente musicalidade e ritmo , para além de um conteúdo sentido . Vou passar a vir cá mais vezes x)

P' disse...

A contraparte , deixou de existir.


Lindo este texto (:

Prettyinscarlet disse...

"Pensar é nao compreender,pensar incomoda como andar a chuva."

Por vezes devemonos desprover do pensamento.Apenas sentir e viver.


bom fim de semana

Prettyinscarlet disse...

"Pensar é nao compreender,pensar incomoda como andar a chuva."

Por vezes devemonos desprover do pensamento.Apenas sentir e viver.


bom fim de semana

CristianaC disse...

A chuva tem uma bela musicalidade que nos faz ir ao encontro de nós mesmos.

Belo texto *

João Pedro disse...

Muito bem... :)
Olha para a amiga Chuva, como eu olho para a eterna Lua, mesmo quando aparentemente ela não se mostra perante o meu olhar...

Mais uma vez, muito bem. ;)

MollieBar disse...

Deus criou duas coisas boas na vida: os homens e a chuva! :D Com as chuvas criou as pipocas e as séries. Com os homens criou quem fizesse pipocas e fizesse play no dvd :D Beijinho *

Arco íris disse...

"Lá fora chove, e com a chuva vem uma brisa fria, fria a noite sem luar. Chuva, tão certinha no seu compasso, tão metódica balada que acompanho. ahh que maravilhas fazes á alma. (...)A alma está limpa"

A noite, quando cheia do seu silêncio, tem o dom de nos devolver a nós mesmos... e quando aliada à chuva, envolve-nos de uma limpeza interior apaziguante.
Voamos no tempo e no espaço, vamos de encontro ao nosso âmago...
Excelente post!
Beijoca :)

Cristiana Fonseca disse...

Olá João,
Adorei conhecer o teu blog, é muito lindo e tuas escritas são belas. Obrigada pela visita, seja bem vindo, volte sempre que vc puder.

Beijos,
Cris

Rute' disse...

A chuva é melhor companheira do que aparenta x)
Passarei por aqui mais vezes. Gostei*****

Qel disse...

Estou a ver que também chove por estes lados. A chuva é uma boa companheira nas horas de maior 'solidão'. Purifica-nos a alma e lava-nos o espírito.
Penso que vou passar a ser presença assídua neste teu cantinho (: *

Davi(d) disse...

João, muito obrigado pelo comentário. Vejo que compreendes perfeitamente o meu ponto de vista.
Gostei da conclusão deste teu texto: que estás com a alma limpa.
É tão bom quando isso acontece :)
um abraço *

P' disse...

Tens dois desafios no meu blog para ti , espero que aceites. (:

Little Monster disse...

Humm cama de preferência grande... e bem acompanhada nem que seja de sentimentos bons e perfeitos.

O encontro connosco próprios deveria ser a melhor parte do dia, o problema é que a maioria das pessoas interessa-se mais com com tudo o resto.

Bonita música de fundo.
Um beijo João

Carolina M.C.de Araujo disse...

que delicia de chuva!

AnaLuísa disse...

adoro ficar a ouvir o toque das gotas da chuva na calçada, enquanto estico a mão e sinto-as a refrescarem-me as ideias.

também gostei da tua conclusão. adorei o texto ^^ *

AnaLuísa disse...

adoro ficar a ouvir o toque das gotas da chuva na calçada, enquanto estico a mão e sinto-as a refrescarem-me as ideias.

também gostei da tua conclusão. adorei o texto ^^ *

Bia disse...

Grande textooo. Revi-me, gostei =)
beijinhos*

Bia disse...

e estas musicas que aqui tens??
liindas=)

SaraPereira. disse...

Gosto de olhar a chuva e, principalmente, adormecer ao som dela *

Violeta disse...

como tu ja mo disses-te a chuva faz milagres.... e tem esse dom de nos acalmar a alma... e levar com ela os medos, as tristezas, os dias menos bons, as ausencias..até mesmo nos faz acompanha-la com a chuva interior que brota de dentro...

como adoro a chuva ...

beijinho grande

Me :) disse...

I say, don't expect too much from me...
We aren´t in same page. Why?!
I don´t know why, do you know?
In our book, I would like be with you in same page...

Filipa disse...

Que bonito! Mesmo muito bonito!

P' disse...

Já viste qual era o desafio ?

Violeta disse...

tens miminho no blog =D

beijo

sararibeirodasilva disse...

Todos temos noites dessas; bem descrita.

sofia disse...

"A alma está limpa. Nesta noite sem luz, sem pensamentos.", ~João, as tuas palavras são perfeitas, os teus textos são magnificos mas este tocou-me especialmente ela conclusão. É tão raro encontrar alguém com uma alma limpa, é como se a noite sem luz e sem pensamentos fossem as pessoas com a alma suja e tu com ela limpa sobressais. Só pelo facto da tua alma estar assim, deves estar muito feliz. Eu desejo-te a maior felicidade e que ela nunca mais se suje.
Um beijinho grande, *

MafaldaMacedo disse...

(desafio no meu blog)

Vera disse...

O texto está mesmo lindo, como sabe bem uma noite assim (:

Marta Monteiro disse...

Gostei do andamento do texto (:

Anónimo disse...

Como é bom ouvir-se a chuva…
Como é bom senti-la a escorrer pelo rosto…
Como eu gosto de mergulhar nessas lágrimas…
Pessoa diz que incomoda,
Mas não se trata nem de mim,
Nem de Pessoa,
Trata-se de ti, poeta que diz não ter saber escrever…
A poesia tem de ser verdadeira,
Poesia só existe quando as frases são sentidas.
Tu sente-las?
Então é poesia;
Então sabes escrever;
Então és poeta!
Como é bom sentir a tua Poesia…
Beijo-te,
Miguel…

Mensagens populares