Humm.. Por vezes, encontro-me a vaguear pelo desconhecido, a construir castelos de palavras, de coisas novas na minha cabeça. sim as palavras voam no meu pensamento, atropelam-se umas ás outras, centenas de letrinhas que formam palavras e estas frases mirabolásticas que me deixam de boca aberta. as palavras descem directamente para a ponta dos meus dedos... olho para algo ou alguém que passa, um desconhecido ou conhecido e surgem-me imensas ideias, imagens, pinturas, pensamentos, fantasias. construo caminhos paralelos que se cruzam, bifurcações entre curvas e contra curvas de palavras que circulam em excesso de velocidade. Pego em uma caneta e num papel e com uma só linha chego á lua, digo-lhe olá sem interrupções ou paragens, sem stops sem semáforos, livre na circulação do que escrevo. Faço malabarismos de sensações e emoções, escrevo o sorrir o chorar o gritar ou o amar, escrevo com o azul da minha caneta bic que se acaba. Linhas, apenas linhas de uma caneta que se gasta a cada dia que passa..

17 comentários:

Prettyinscarlet disse...

Escreves a vida o amor e o sentimento.Escreves porque es livre, escreves por ti e para ti do que vem de dentro e do que se passa fora do teu ser e do teu mundo.Escreves o mundo a cores e a preto e branco.Escreves por escrever ou necessidade mas escreves... e escreves maravilhosamente bem.


Adoro-te miudo e todos os dias me orgulho de ser mais e mais teu amigo.


By the way o blog esta muito giro com este novo layout :D

Beatriz Cró disse...

Eu também acho.
Gosto d eimaginar historias para as pessoas que passam por mim na rua.

Violeta disse...

olá joão =D
obrigada pelo comentário ao meu cantinho =D

os teus momentos tão são bons. gostei de te ler =D e identifico-me com o que escreves-te neste post... as palavras voam como se dem por elas dessemos a sair... de nós ...

beijinho e continua ..eu hei-de fazer paragem obrigatoria aqui no teu cantinho =D

obrigada

Neia

beijo solto =D

Beatriz Cró disse...

Pois, acho que isso sim.

P' disse...

Escreves os sentimentos , escreves a vida.


E se ligar e ele não atender ?

Ahaha tenho confessar que me ri com o teu comentário. Por acaso sou extravaganza , e ele também. ahah :p

AnaLuísa disse...

«Faço malabarismos de sensações e emoções, escrevo o sorrir o chorar o gritar ou o amar..» - que expressão tão bonita (:

eu sei, eu aproveito todos os momentos e sou bastante impulsiva; sou muito espontânea e faço o que sinto no momento e não penso muito nas consequências. e até gosto de ser assim. mas quando caiu na realidade ou quando me ataca o nervosismo, a insegurança apodera-se de mim.
obrigada pelo comentário. gostei disto por aqui; vou voltar (:

um beijo solto *

P' disse...

Já não interessa se tenho ou nao o mail dele. Para ele nada interessa.

Beijinho (:

P' disse...

A indiferenca seja em que altura for , doí.

Beijinho.

Little Monster disse...

... e depois escreve-se com a ponta dos dedos como se dela surgissem letras ainda que baralhadas por uma alma perdida. A vida dá as voltas que quisermos basta agarrar nessa caneta e escrever, dar rumo, caminho, ser-se,sentir-se,entregar-se ao som das emoções...

Desculpa este prolongamento.
Gostei do teu blog :)

x Inês ( ? ) disse...

Gostei muito .

Davi(d) disse...

e aqui está o processo de escrita. :)
gostei.
obrigado do joão, a sério.
e também gostei do novo visual do blog ;D

MollieBar disse...

O teu comentário deixou-me rendida. Com o que vim aqui ler, mais rendidade consegui ficar, mesmo pensando não dar mais.
Esse sentimento de pensar, de imaginar, de construir com palavras, é tão descritível como aquilo que dizes nas entre linhas. Não em todas elas, mas naquelas que eu tenho acesso :)

MafaldaMacedo disse...

Cada postagem se supera mais á anterior, o enlaçe das palavras surpreende ainda mais com a musica de fundo a dar-lhes mais sentido e quentura.
Gostei, e obrigada pelos comentários *

Sabor a Mim disse...

Olá João :-)

Tens uma escrita fantástica!
E o teu novo look tá o máximo :-)

Adorei ler o teu perfil... a forma como te defines...

Um beijo grande!

m. supertramp disse...

bom texto, escrever é de facto uma magia.
vou cá voltar, abraço :D

Rabisco disse...

Consigo entender bem o que dizes...
Por vezes sinto o mesmo...
Como se dentro de mim habitassem bem mais pessoas do que eu mesmo...
As letras emaranham-se, soltam-se, trocam, formam palavras, frases, linhas ou meia-linhas...
Por vezes só na minha cabeça e não me atrevo a procurar uma caneta ou um lápis...
Não as deixo sair para o papel e espero que a noite de sono as leve para longe...
Por vezes prefiro fazê-lo...

=)
Abraço grande

Beatriz Araújo disse...

adorei, juro

Mensagens populares